© 2018. Desenvolvido por @mari.do.brasil Foto de Randal Andrade

2018
Rádio Planalto
2016
às vésperas de completar vinte anos de carreira artística, concedeu entrevista sobre sua trajetória e o cenário musical de Brasília;
Mulheres de samba
passa a compor o projeto em que mulheres que tocam, cantam e compõem se reúnem para fortalecer o espaço feminino no samba brasiliense;
2014
em temporada na terra de origem dos pais, se apresentou em diversas casas, quando se aprofundou como artista e entendeu sua raiz como intérprete;
Maranhão
2010
Festival Samba de Quadra de Brasília
foi intérprete da canção vencedora, Samba é fineza, da autoria de Vinícius de Oliveira;
2008
Dhi Ribeiro
2007
compondo a banda da cantora e parceira, realizou importantes apresentações, como shows no Teatro Nacional Claudio Santoro e no Programa do Jô, na Rede Globo de Televisão;
Nós Negras
projeto em homenagem às divas do samba, encampado em conjunto com as cantoras Teresa Lopes, Renata Jambeiro, Cris Pereira, Kris Maciel e Dhi Ribeiro, com apresentações no Teatro do SESC Garagem, na festa do Dia do Trabalhador na Esplanada dos Ministérios, abrindo o show da cantora Mart’nália e no Espaço Cultural FUNARTE. Referência de samba feito por mulheres em Brasília, o projeto foi celebrado dez anos depois com um espetáculo no Clube do Choro de Brasília, ao qual têm se seguido outras apresentações em diferentes espaços da cidade;
2007
Candanguero

foi uma das vocalistas que, na companhia dos músicos Vinícius de Oliveira, Diego Considera, Artur Senna, Amilcar Paré e Beto Cardoso, compôs o grupo que se tornou referência na história do samba brasiliense. Com eles, realizou dois shows no Peru, a convite da Embaixada do Brasil, um em Lima na sede da embaixada e outro no Teatro Municipal de Arequipa, em comemoração à Semana Cultural do Brasil. E, atualmente, seguem se apresentando em bares e restaurantes da cidade;

2007
1999
Samba na Varanda

projeto em que começou a trajetória no samba, o qual reuniu vários músicos de Brasília e lhe abriu espaço no circuito das principais rodas de samba da cidade;

Homem de Pedra

banda de reggae em que iniciou a carreira como cantora, na qual permaneceu até 2003 e com quem shows nas principais casas noturnas de Brasília.